Reflexões

Acredite em você

Estes últimos tempos tem sido intensos. Além de estarmos no meio de uma pandemia, o que já seria suficiente para fazer surgir diversos sentimentos confusos dentro de nós, estou passando por muitas transformações pessoais, que já vinham acontecendo, mas que foram ainda mais aceleradas pela situação atual.

E em muitos momentos me sinto perdida, como se tudo o que eu fizesse não fosse suficiente, não fosse bom o bastante. E é claro que esse sentimento respingou aqui no Aondes também, lugar onde deposito tanto de mim.

Eu sempre me pergunto: ”qual é o propósito disso tudo? Por que alguém se importaria em ler essas palavras? Qual diferença estou fazendo na vida das pessoas?”. Talvez seja a síndrome do impostor, ou talvez seja só parte da minha jornada pessoal. De todo modo, nunca é fácil passar pelos nossos dilemas pessoais, principalmente aqueles mais profundos.

Então, no meio de tantas dúvidas, de tanta busca, de estudos e de tentativas para encontrar caminhos, soltei um questionário lá no nosso instagram com várias perguntas: “Você acha que o Aondes te ajuda de alguma forma? Como?” ou “Quais sentimentos o Aondes te desperta?” e por aí vai… e as respostas me surpreenderam tanto!

Primeiro porque muita gente respondeu e depois, pelo conteúdo das respostas. E eu pude sentir que tudo o que eu tenho emanado, jogado pro mundo, tudo que eu tenho feito com tanto amor, tem sido recebido pelas pessoas. Existem pessoas do outro lado, existem vocês, que estão recebendo essas mensagens e fazendo algo lindo com elas em suas vidas.

As vezes quando estamos dentro de uma situação, é difícil enxergar a magnitude do que estamos fazendo ou vivendo. Em minhas indagações, fica sempre a pergunta: será que estou ajudando alguém com tudo isso? E hoje eu percebi com muita intensidade que sim, e a pessoa mais importante que eu estou ajudando é a mim mesma.

Se tem algo que me despertou pra essa vida, esse algo foi o Aondes. Através dele, as coisas mais bonitas que eu tinha dentro de mim foram colocadas pra fora. Com ele eu aprendi a me expressar, a me valorizar, a praticar a poesia do meu olhar, a manifestar o meu sentir, a exprimir em palavras, a registrar em imagens, a expressar em vídeos. Com ele, eu consegui transmitir as mensagens do meu coração para as pessoas, eu consegui me comunicar. E em troca, consegui ser ouvida. Consegui reciprocidade. Eu ganhei amor, carinho, atenção. E doei muito disso também.

Se tem algo que hoje eu tenho certeza é de que esse é um caminho sem volta. Não importa o que eu faça a partir daqui ou pra onde eu vá, o Aondes sempre me acompanhará. Pois ele é o meu coração.

Por isso eu digo: Acredite em você. Acredite no que você sente, na sua intuição. Siga o seu caminho, mesmo que esteja com medo ou incerta(o) dos próximos passos. Mas encontre o seu coração e entregue ele pro mundo. Deixe o mundo te conhecer, deixe o mundo saber as coisas que você tem para dar.

Coisas mágicas dentro de você irão acontecer a partir disso.

Com carinho,

Flora.

6 Comments

  1. Liz Karoline

    13 de julho de 2020 at 11:38

    “Deixe o mundo te conhecer, deixe o mundo saber as coisas que você tem para dar.” Eita, Flora! eu precisava ler isso. Obrigada.

    1. Aondes

      13 de julho de 2020 at 12:45

      Ahhhhh fico tão contente que isso conversou com você e te ajudou de alguma forma no dia de hoje ♥♥♥

  2. Taís

    14 de julho de 2020 at 16:35

    Flora, que texto mais lindo… esse primeiro paragrafo me descreveu tão bem.. estou passando por essa jornada também, essas questões pessoais e esse texto serviu como um abraço, um lembrete pra eu acreditar em mim mesma (que olha, tá dificil haha)
    obrigada por essas palavras ♥

    1. Aondes

      16 de julho de 2020 at 17:44

      Ai Ta, é tão fácil a gente olhar pro outro e ter empatia e ver tudo de bom daquela pessoa mas quando se trata de nós mesmos é tão mais difícil né rs… você falando isso eu penso tanta coisa que posso te dizer de lindo mas eu sei que não adianta as pessoas nos dizerem, nós temos que enxergar e sentir dentro do nosso coração né…mas vamos chegar lá! eu sinto isso ♥ estamos em uma jornada muito parecida mesmo e um dia vamos olhar pra trás muito orgulhosas e falar ”lembra tudo aquilo que a gente sentia? ficou pra trás”… rs. Fica bem amiga ♥

  3. K.

    16 de julho de 2020 at 15:41

    coisa linda esse post, essas fotos e esses escritos, flora ♥ por aqui também tô nesse momento de viver vários processos, que começaram na área do trabalho, depois internos, familiares… enfim, tá uma loucura. às vezes consigo ficar melhor, em outros momentos quero sumir e a inspiração desaparece, e assim vamos hahaha

    1. Aondes

      16 de julho de 2020 at 17:50

      Aii, siiim! Eu posso imaginar. Tá tudo MUITO confuso e complicado… temos que nos agarrar nesses momentos que ficamos bem e ir nos lembrando que é uma fase, não precisamos fazer muito mais do que conseguir passar por essa fase né? tem dias que me cobro muuuito e isso me faz muito mal. Mas aos poucos tenho entendido que eu preciso olhar pra minha história e ver o QUANTO eu já avancei… olhar pra mim mesma e parar de me comparar… e entender que o momento de pandemia, obviamente, não vai ser o melhor momento da minha vida, e na de quem vai né? rs…(rindo de nervoso). Espero que fique beeeem miga ♥♥♥

Leave a Reply