Europa Itália Veneza

Um dia frio em Veneza

Acordei por volta das 4h da manhã e perdi o sono… Dentre os mil pensamentos que me vinham à cabeça, uma saudade de nossa temporada na Itália bateu no coração. Comecei a lembrar de muitas coisas e Veneza apareceu.

Um dia em Veneza
Ao fechar os olhos, me vinha esta imagem na mente

Poucos lugares que eu conheci na vida me fizeram ter vontade de chorar. Eu sou muito emotiva e geralmente fico num estado emocional que mistura vários sentimentos em todas as viagens, mas chorar MESMO foram poucas vezes… Em Veneza isso aconteceu.

Nossa viagem foi em família e estávamos em oito pessoas. Eu, o Le, os pais dele, irmão e família. Nesta viagem eu não opinei muito no roteiro, quis deixar para eles decidirem tudo e ficarem bem a vontade, eu topava qualquer coisa, afinal, Itália né? <3

Visitamos no total sete cidades e minha única ‘’exigência’’ foi passarmos por Veneza. Eu queria muito conhecer. No fim, só conseguimos encaixá-la em um dia, chegamos bem cedo, vindo de Roma e o plano era ir embora, assim que escurecesse, para a próxima cidade, Verona. Gostaria muito de ter ficado mais tempo em Veneza e nos hospedar por lá. O pessoal até queria também, porém, quando começamos a pesquisar hospedagem, os valores estavam ultrapassando muito da nossa média diária. Como éramos em mais pessoas, definimos uma média em que todos se encaixavam e então, não havia muito que fazer. Mesmo assim me contentei absolutamente, afinal, eu estaria em Veneza por um dia! Meu Deus, que sorte a minha! : D

Ainda no meu apê no Brasil, já separei o livro que queria estar lendo quando estivesse no trem indo pra lá e a escolha foi ‘’Morte em Veneza’’ de Thomas Mann. Já tinha esse livro há tempos e sempre o deixava para depois. Sinceramente, isso é uma das coisas que eu mais amo fazer: comprar um livro e deixa-lo para o melhor momento. Tenho vários livros por ler aqui em casa e nada me deixa mais contente do que ficar olhando para a minha estante e pensando ‘’qual será que vou ler agora?’’. Sinto-me em uma biblioteca (bem mini né, mas um dia vou ter forrado todas as paredes com livros) e me deixo levar pelo ‘’mood’’ do momento. Eu não poderia ter feito melhor escolha. Nosso trem saiu muito cedo rumo a Veneza, umas 5h da manhã, para minha felicidade pois assim todos foram dormindo e eu pude começar a ler. Apesar de o personagem estar em uma Veneza muito quente, no auge do verão (e nós estávamos no auge do inverno) as primeiras descrições do local me deixaram em êxtase. Não acreditava que em poucas horas estaria pisando no local daquela história. O livro é bem denso e eu não o terminei neste percurso, mas foi muito especial tê-lo comigo naquele momento.

Foi tão emocionante quando estávamos bem próximos de chegar e o trem já ficou no meio das águas. Sério. Que sensacional! Quando saímos da estação, já demos de cara com a cidade em pleno acontecimento: gondolas e barcos por todo o canal imenso… me faltam palavras para explicar o que senti! Da estação, atravessamos uma ponte para passar ao outro lado e ali paramos para nos maravilhar com a cena: estávamos, com toda certeza do mundo, em Veneza <3

Um dia em Veneza
Vista da ponte e lágrimas formaram em meus olhos

A minha intensão neste post não é falar de roteiro, pois ele é praticamente inexistente haha eu tinha separado alguns lugares que gostaria de visitar sim, mas veja, não sei se vocês já fizeram uma viagem assim com outras pessoas, não é tão simples decidir as coisas em conjunto. Cada um quer uma coisa e fica uma confusão então eu preferi ser aquela que dizia ‘’vocês quem mandam!’’ sabe? Também li muitos blogs de roteiros e os que eu mais gostei diziam ‘’a melhor coisa que você pode fazer em Veneza é se perder pelas ruas’’ e foi basicamente o que fizemos. A cidade é TÃO ENCANTADORA que ao chegar, ficamos extasiados. Começamos a andar, andar, andar e andar pois TODA a cidade é de impressionar. O charme dos canais e suas gondolas, as ruelas estreitas com casas peculiares no ‘’estilo italiano’’ com cores diversas, os bares e cafés, as igrejas, as pontes… nem sei como descrever! Acredito que todas as pessoas do mundo já tenham visto fotos de Veneza, então vocês conseguem montar uma imagem na cabeça do que estou descrevendo, né? Caso não, vejam pelos nossos olhos : )

Um dia em Veneza
Canais, pontes e gondolas
Um dia em Veneza
Cena característica das ruas na Itália: varais e roupas ao vento
Um dia em Veneza
A vida acontecendo entre os pássaros e as águas
Um dia em Veneza
Vejam essas janelas! *.* beleza em todos os detalhes
Um dia em Veneza
As marcas da história
Um dia em Veneza
Construções históricas e igrejas entre os prédios

Andamos bastante e ficamos tentando encontrar a famosa Praça de São Marcos, onde tem a Basílica de São Marcos. Fomos sem GPS, sem pressa, parando a cada minuto para tirar foto, comprar um chocolate quente, depois um gelato, depois um pedaço de pizza… (que saudade!!!).

Adorei conhecer as lojas que vendiam as famosas máscaras do carnaval de Veneza (vocês já viram que espetacular é isso? Caso não, procurem no google). Compramos uma máscara e ela está aqui em casa, pendurada na parede : )

Passamos também por muitas lojas de roupas, acessórios, algumas feirinhas… achei os preços bem acessíveis, esperava que tudo fosse custar os olhos da cara, mas achamos bem ok. O preço de cafés e restaurantes também estava bem próximo dos valores das outras cidades em que estivemos.

Um dia em Veneza
Ruas com feirinhas por todos os cantos
Um dia em Veneza
Muitas lojas, cafés e restaurantes

Sem querer, encontramos a Praça de São Marcos e pela segunda vez meus olhos se encheram de lágrimas. Eu fiquei realmente emocionada de estar em Veneza :´)

Um dia em Veneza
Basílica de São Marcos
Um dia em Veneza
Praça de São Marcos e a multidão a admirar suas belezas
Um dia em Veneza
Detalhes da Basílica
Um dia em Veneza
As vezes nem acredito que estive ali…

Depois de um bom tempo por lá, buscamos um lugarzinho para almoçar, e optamos aleatoriamente pelo restaurante Bacarandino. Gostamos bastante do lugar, eu pedi uma pasta com creme de gorgonzola e pistache, estava muito saboroso.

A essa altura a temperatura estava a cair bastante. Olhávamos no termômetro e dizia ser -1, mas a sensação era de -15, com certeza hahaha. Continuamos nossas andanças e logo estava bem difícil aguentar o frio, ventava demais. Não estávamos vestidos adequadamente e a maioria de nós começou a congelar. Lá pelo meio da tarde estávamos tentando decidir se pegaríamos uma gondola quando vimos o vaporeto e achamos uma ótima ideia. Como já tínhamos andado bastante, ele nos levaria de volta para a estação (assim não precisaríamos voltar todo o trajeto a pé) e já seria um passeio para conseguirmos ver a cidade de Veneza pela água. Foi uma escolha muito acertada! Pagamos bem barato por isso (a gondola é bem cara, cerca de 80 euros para quatro pessoas e o vaporeto foi cerca de 3 euros por pessoa) e tivemos vistas fenomenais da cidade! 

Um dia em Veneza
Vaporeto. Foi uma delicia navegar com ele : )
Um dia em Veneza
Imagens surpreendentes que só um dia cinzento nos traz
Um dia em Veneza
Vista da querida Veneza sobre as águas
Um dia em Veneza
Poderia passar dias navegando…
Um dia em Veneza
Lindo o clima enigmático que a neblina causou

Chegando à estação, decidimos que estava na hora de pegar o trem para a próxima cidade. Meus sogros, que já são mais de idade, estavam bem cansados e com muito frio, então não seria legal ficar estendendo muito (se fosse só por mim, ficaríamos mais, com certeza! Hehehe)

Apesar de termos sofrido com o frio e os ventos congelantes, acho que foi disso que mais gostei neste dia: Veneza ficou extremamente misteriosa e linda embaixo das neblinas. Todas as fotos que vejo de Veneza são com um sol alegre e o colorido das casas, mas a Veneza que conheci tinha um magnetismo e mistério impressionantes! Todo o céu cinzento levantou as cores de uma outra forma. Eu achei maravilhoso ter conhecido ela deste jeito. Hoje, ao me lembrar, me parece um sonho meio enigmático… mas tenho certeza que deve ser delicioso conhece-la com um sol bem gostoso, deixando o clima mais alegre.

Espero que tenham gostado do meu relato de Veneza. Mal posso esperar para voltar para esta cidade, quero muito conhece-la de cabo a rabo, ficar uns 10 dias por lá! Hahaha

Me apaixonei e na minha opinião, você não pode deixar de incluir Veneza no seu roteiro pela Itália! <3

(nossa próxima cidade foi Verona, e você já pode ler o post aqui)

Um dia em Veneza

Beijos e até mais,

Flora.

obs: não deixem de seguir nossa playlist da viagem Itália no Spotify!

11 Comments

  1. Bianca Louize Muniz

    8 de maio de 2019 at 16:08

    Demaaaaaais <3

    1. Aondes

      8 de maio de 2019 at 22:04

      aaaaaa feliz que gostou Bibaaa 🙂

      1. Fernanda Palhari

        12 de maio de 2019 at 20:07

        Amo esse tom mais pessoal que você traz para o texto 🖤 Lê-lo e ver as fotos me deixou com ainda mais vontade de conhecer Veneza! Sua descrição sobre ver a cidade logo que se sai do trem me lembrou do relato de uma amiga que também teve esse algo como baque maravilhado da primeira vista 😍

        1. Aondes

          13 de maio de 2019 at 08:45

          Nooossa Nanda, só de lembrar desta primeira vista me arrepio!! Foi TÃO emocionante! Fico feliz que você gosta, seria difícil pra mim falar de uma maneira impessoal sobre Veneza hahaha eu também gosto de ler relatos assim mais pessoais <3

  2. Taís

    9 de maio de 2019 at 19:43

    Deu pra sentir daqui sua emoção ao visitar Veneza!
    Babei demais nas fotos, coisa mais linda esse dia frio. Prefiro mil vezes fotografar em dias nublados assim <3
    Quando estive por lá, foi no pico do verão e passei muito mal. Não consegui aproveitar muito, queria ter andando por tudo ali, mas não consegui ir muito longe da estação. Eu estava sozinha e preferi voltar pro hostel que eu estava (que ficava 1 estação antes da estação central, então os preços ali eram bem melhores do que no centro de Veneza mesmo).
    Quero muito voltar também e pegar um dia frio assim! haha
    Beijos :*

    1. Aondes

      11 de maio de 2019 at 09:34

      Ahhh eu também acho lindo fotografar em dias nublados 🙂
      Me lembro de ter de perguntado sobre Veneza muito antes de eu ir e você me mandou seu post… aiiii que delicia que é quando estamos planejando uma viagem né? Volte sim, eu também quero muito voltar… iremos! <3
      Beijos, Flora.

  3. permease

    11 de maio de 2019 at 10:06

    Veneza estava tímida esse dia. Se escondia. Desafiava o seu olhar. E nenhuma das duas se arrependeu.

    1. Aondes

      11 de maio de 2019 at 10:15

      🙂
      graças a sua poesia eu sobrevivo…

  4. Verona, Itália - O que fazer em 1 dia - Aondes

    13 de julho de 2019 at 11:54

    […] saímos de Veneza (veja o post aqui) nossa próximo destino foi Verona. Pegamos um trem que durou cerca de 1 hora. Eu nunca tinha […]

  5. Trento, Itália – O que fazer em 1 dia - Aondes

    25 de julho de 2019 at 22:53

    […] com os posts da Itália, quando saímos de Verona (você já viu os posts anteriores de Veneza e Verona?) fomos para a cidade de Trento que fica na região Trentino-Alto Adige e passamos 2 dias […]

  6. Florença - o que fizemos nesse encanto de cidade - Aondes

    4 de outubro de 2019 at 20:58

    […] ainda não viu os posts anteriores desta viagem em família, deixo aqui a listinha para facilitar: Veneza, Verona, Trento, Fai della Paganella, […]

Leave a Reply