Europa Inglaterra Londres

Londres além do turístico

Olá amigos, tudo bem com vocês? Neste post iremos trazer algumas dicas de lugares não tão turísticos em Londres e que fizeram nos apaixonar por essa cidade muito mais do que quando estivemos na rota turística dela (temos um post por lugares mais turísticos em Londres aqui.)

Essa nossa viagem para Londres foi em Novembro de 2019. Chegamos por Londres de um voo vindo do Brasil para irmos ao nosso destino final, Newcastle Upon Tyne, onde faríamos nosso intercâmbio (confira o post da primeira semana aqui). Por esse motivo ficamos somente três dias em Londres, sendo dois dias inteiros e um meio dia. Mesmo assim conseguimos conhecer muita coisa legal e não poderia deixar de dar essas dicas para vocês.

Primeiro dia chegada no hotel + Pop Brixton 

Chegamos em nosso hotel por volta das quatro da tarde. Ficamos hospedados no Clapham South Dudley Hotel e gostamos bastante. Essa região de Clapham South é bem bonita e não a conhecíamos. Achamos o preço do hotel mais barato comparado com outras opções mais pertas do centro e ele está a 2 minutinhos andando de uma estação de metrô, então consideramos uma boa localização.

Clapham South Dudley Hotel

Depois de nos acomodarmos no hotel, fomos para o bairro Brixton, que é bem pertinho de onde estávamos hospedados, conhecer o Pop Brixton que é uma área revitalizada que abriga mais de 150 empreendimentos, desde restaurantes e street foods até startups e lojas de artesãos. É um espaço alternativo muito vibrante, com uma programação cultural variada, com apresentações artísticas e culturais.

bares e movimentação no Pop Brixton

Por lá, pegamos um pint em uma das barraquinhas de bebidas, comemos no Halo Burger, uma hamburgueria vegana sensacional (foi um dos melhores lanches veganos da vida! haha só se prepare para a fila) e assistimos a dois shows gratuitos, de duas bandas muito boas. Fiquem ligados no instagram deles para saber a programação.

hamburgueria Halo Burger
Show no Pop Brixton

Segundo dia Borough Market, Leadenhall Market, Neal’s Yard, Seven Dials Market e Mildreds.

No dia seguinte, começamos as explorações indo conhecer o Borough Market, um mercado muito famoso e bastante frequentado pelos locais. Nós adoramos ter essas experiências mais locais para termos noção de como seria morarmos naquele lugar, sabe? : ) Este mercado é muito bonito, tem muita coisa gostosa. Ele fica numa região mais central, perto da Millennium Bridge e adoramos conhecer! Nossa intensão era tomar um café da manhã por lá, mas ele tem mais itens de feira e comidas então acabamos comendo um risoto de cogumelos dez horas da manhã hahaha, estava delicioso!

Barracas de comida no Borough Market
variedade de legumes e verduras no Borough Market
Movimentação no Borough Market
Legumes frescos no mercado

Saindo de lá, fomos andando por essa região que é muito gostosa, passamos pela Millennium Bridge, demos uma espiada na Catedral de São Paulo, observamos a Tower Bridge de longe… e tiramos muitas fotos! rs

Millennium Bridge e a
Millennium Bridge e a Catedral de São Paulo ao fundo
Tower Bridge
Tower Bridge lá no fundo : )

Chegamos então no Leadenhall Market que era outro mercado que tínhamos colocado no roteiro para conhecer. No site deles consta que o local é de 1.321! Muito antigo, né? Ele foi restaurado em 1.881 após um incêndio e é um prédio vitoriano lindíssimo. Vale a ida somente para ver o prédio e o seu contraste com os aranha-céus ao redor dele. Hoje em dia ele funciona como uma galeria, com lojas, pubs e restaurantes. Vale a pena colocar na lista para conhecer, principalmente se estiver ali nessa região. Uma informação relevante: se você for fazer algum tour de Harry Potter por Londres você provavelmente passará pelo mercado pois ele aparece no primeiro filme, a Pedra Filosofal, quando o Harry e o Hagrid estão a caminho do Beco Diagonal! : )

Leadenhall Market
O contraste entre o velho e o novo – Leadenhall Market
Leadenhall Market
Leadenhall Market - Pubs
Locais tomando um pint no horário de almoço

Após o Leadenhall Market, pegamos o metrô e fomos para a região do Soho. Queria muito voltar para esse bairro, pois é uma delícia de passear pelas suas ruas e eu também queria conhecer um cantinho chamado Neal’s Yard, que fica ali pertinho. O Neal’s Yard é um beco no Covent Garden que se abre para um pequeno pátio onde foi criado uma micro-vila e todos os prédios e lojinhas são extremamente fofos e coloridos. É um local muito aconchegante onde você pode tomar um café, visitar as lojinhas e claro, tirar muitas fotos com as casinhas coloridas de fundo.

Ruas Soho
Pelas ruas de Soho
Neal's Yard
Neal's Yard

Ali na frente do Neal’s Yard tem o Seven Dials Market, outro lugar super gostosinho, cheio de restaurantes e barraquinhas com artesanato… fomos pra lá e comemos no Vegan Tacos, um restaurante mexicano vegano! Muito gostoso!

Seven Dials Market
Vegan Tacos
Restaurante mexicano vegano – Vegan Tacos
seven dials market london restaurantes
Tem muitas opções de restaurantes no Seven Dials Market

Não posso deixar de indicar aqui outro restaurante vegano que fomos nesse dia no jantar, o Mildreds. Ele tem quatro unidades em Londres e uma delas fica ali no Soho, onde estávamos. Nos encontramos com uma amiga que fizemos aqui pelo Aondes e fomos pra lá! Foi muito bom! : ) Na primeira vez em Londres também tínhamos ido nesse restaurante e é sem palavras mesmo, a comida é delicioooooosa.

mildreds london soho
Mildreds – um dos melhores restaurantes de Londres! : )

Terceiro dia Greenwich Park, Word On The Water, Carnaby Street 

Terceiro e último dia, fomos para a região do Greenwich, conhecer o Greenwick Park. Queria conhecer algum parque e o Le já tinha ido pra lá e adorado, decidimos por ele então. É uma das maiores áreas verdes do sudeste de Londres, uma delícia de caminhar por lá… tem também uma vista sensacional para a cidade, ficando aquele contraste lindo do verde com os prédios, sabe? Quando fomos, as árvores estavam com suas folhas todas vermelhas e amarelas do outono, foi lindo demais de se ver! : )

Greenwick Park
Greenwick Park vista
Greenwick Park vista
Greenwick Park e as folhas no outono

Depois de muito andar pelo parque e almoçar naquela região, pegamos o metrô e descemos na estação King’s Cross. Por lá, queríamos conhecer o Word On The Water, uma livraria feita dentro de um barquinho. Siiiiim. Para os amantes de livros, vai ser um dos locais mais legais que você vai pisar na vida hahahaha minha vontade era morar lá. Eu amo conhecer esses lugares pitorescos e únicos. É tão aconchegante dentro do barquinho, tem muitas prateleiras de livros, sofás, poltronas… é um dos lugares mais ‘cozy’ que já estive. Para tornar ainda mais especial, a dona da livraria tem um cachorro muito fofo que fica lá dormindo nas poltronas. Fui muito feliz lá : )

Detalhes de Word On The Water
Word On The Water
A livraria Word On The Water : )
Word On The Water
Word On The Water
O cachorrinho que mora lá, muuuuito fofo

Por fim, como estávamos entrando na época de natal, fomos para a Oxford Street para ver se as luzes de natal já estavam acesas mas não estavam. Pesquisando, vimos que as da Carbany Street já tinham começado então corremos para lá! Todos os anos eles fazem alguma decoração de natal especial nas ruas, com algum tema. O tema do ano de 2019 foi ”Um Oceano, Um Planeta” chamando atenção para a destruição dos oceanos. Estava fantástico! Fora que as ruazinhas por lá são muito agitadas, tem muitas lojas, bares, restaurantes então é um passeio muito gostoso de se fazer.

Carbany Street - Um Oceano, Um Planeta
Carbany Street - Um Oceano, Um Planeta 2019

E estas são nossas dicas para fugir do turístico tradicional em Londres, mas ainda assim ter uma experiência deliciosa da cidade.

Temos um vlog para cada dia lá no nosso canal no youtube, você pode assisti-los para maior imersão nos lugares acessando esta playlist.

Esperamos muito que tenham gostado e até o próximo post!

Beijos,

Flora.


4 Comments

  1. Thaíssa Falcão

    5 de março de 2020 at 12:15

    Como não ficar com saudades de Londres com esse post?
    A vontade é de voltar só para explorar os mesmo lugares haha 💙

    1. Aondes

      5 de março de 2020 at 12:48

      Aiii sim Thaaa, fiquei lembrando da gente enquanto escrevia… MUITA saudade! Temos que voltar pra lá para conseguirmos nos ver de novo… hahahahah

  2. Tomás

    5 de março de 2020 at 12:27

    Que dicas maravilhosas!! Eu tô morrendo de vontade de comer esse Halo Burguer desde quando vocês mostraram no stories lá no Instagram, hahaha. Incrível a livraria dentro do barquinho, a micro-vila, o mercado super antigo… quanto lugar interessante! Obrigado pelo post!

    1. Aondes

      5 de março de 2020 at 12:49

      Amigo, é deliciooooso o Halo Burger, sério! Você ia amar… tudo muito lindinho né? 🙂 Fico muuuito feliz que gostooou! ♥♥♥

Leave a Reply